07 janeiro 2018

Resenha - Juntando os pedaços


Sinopse: Jack tem prosopagnosia, uma doença que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando ele olha para alguém, vê os olhos, o nariz, a boca… mas não consegue juntar todas as peças do quebra-cabeça para gravar na memória. Então ele usa marcas identificadoras, como o cabelo, a cor da pele, o jeito de andar e de se vestir, para tentar distinguir seus amigos e familiares. Mas ninguém sabe disso — até o dia em que ele encontra a Libby. Libby é nova na escola. Ela passou os últimos anos em casa, juntando os pedaços do seu coração depois da morte de sua mãe. A garota finalmente se sente pronta para voltar à vida normal, mas logo nos primeiros dias de aula é alvo de uma brincadeira cruel por causa de seu peso e vai parar na diretoria. Junto com Jack. Aos poucos essa dupla improvável se aproxima e, juntos, eles aprendem a enxergar um ao outro como ninguém antes tinha feito.


Ficha técnica
Autora: Jennifer Niven
Ano: 2016
Editora: Seguinte
Páginas: 392


Opinião: Sabem aqueles livros lindos de se ler? Pois é assim que Juntando os pedaços é. Acompanhamos as histórias de Jack e Libby, em capítulos que se intercalam entre os dois e esses capítulos são curtos, o que me agrada imensamente, pois sinto que a leitura flui de forma mais fácil para mim. 

 Os dois jovens têm seus dramas pessoais e não são dramas tão simples. Jack sofre com uma doença que ninguém sabe que ele tem e guardar esse segredo complica e muito a sua vida. Imagine você, não conseguir reconhecer rostos? Quando consegue identificar as pessoas é por traços que elas tenham que as diferencie dos demais. Mas nem sempre é assim, nem todo mundo possui um traço que o garoto seja capaz de associar a ela e isso na vida cotidiana é uma pedra no caminho. 

 Libby por sua vez, já foi a garota mais gorda do estado e foi preciso que um guindaste a tirasse de casa. Hoje, ela já emagreceu, mas quando vai à escola depois de anos estudando em casa, os seus problemas de peso a perseguem. Ela ainda é uma pessoa gorda e infelizmente, sabemos, que os adolescentes não são sempre legais quando o assunto é a inclusão. 

 Apesar de contratempos entre ambos, seus caminhos se ligam e eles encontram um no outro um porto seguro. Juntos eles se descobrem e se ajudam da maneira que podem. 

 Uma linda história que te dá lições. Que te mostra que apesar de todas as dificuldades que possam existir na vida, podemos sim superar. E há, sim, alguém que goste de você, do jeitinho que você é. 

"A gente não pode lutar as batalhas das outras pessoas, por mais que dê vontade."





"Sem perceber, meus olhos procuram os dela e os dela procuram os meus. É como se estivessem de mãos dadas."



About Us

Arquivo do blog

Recent

recentposts

Random

randomposts