01 março 2018

[Resenha] Antes de tudo acabar

Vamos falar de um livro amorzinho? Pois é isso que senti que Antes de tudo acabar é. A estória é narrada por Rafael e ele possui uma melhor amiga chamada Anne e apenas mais uma pessoa que considera amigo, o Ferreira. 

Rafael e Anne são amigos desde criança e ambos vivem dramas familiares bem tensos e pesados. O Rafa precisa lidar com o alcoolismo da mãe que está nessa situação desde que o marido a trocou por outra mulher e abandonou aos dois, caiu em um poço sem fundo. Anne lida com a violência que sofre pela parte de seu pai, que a culpa pela morte da mãe durante o parto a filha.

Ficha técnica
Autora: Mary C. Müller
Editora: Outro Planeta
Ano: 2017
Páginas: 256


Mas apesar dos problemas os dois tem o amparo um do outro, sempre. Na escola eles são alvo de piadas mas não se deixam abalar demais por isso. Desde que estejam juntos, todos os problemas são superados. 

Éramos motivo de piada, ela e eu. Mas tínhamos um ao outro, então não era grande problema. E bastava, na maioria das vezes.
Os sentimentos do Rafa com a Anne estão confusos. Por vezes ele se sente atraído por ela, mas não sabe até que ponto isso vai. Será só uma atração, uma confusão de sentimentos já que ela é sua maior companhia na vida ou isso é de fato uma paixão? Quando tudo está essa confusão na cabeça do Rafa, Anne solta a notícia bombástica: ela está com um cara! E aí, tudo vira de ponta cabeça.

Quando a situação está um caos entre Rafa e Anne e suas vidas particulares, uma personagem importante no andamento da trama surge, a Kaori. A garota, nova na escola, acaba por se tornar uma peça fundamental tanto para o Rafa quanto para Anne.

O sentimento era de impotência, de não ser bom o suficiente sendo apenas quem eu era. Precisava ser algo mais. Ser alguém diferente. Alguém que, na verdade, eu não era.
Não vou dar mais detalhes da trama para não estragar nenhuma futura leitura e vocês precisam ler esse livro. Apesar de ser um livro adolescente e que traz os dramas desse universo cheio de descobertas, também surge com temáticas muito fortes e que precisam ser refletidas. Alcoolismo, violência, depressão. 

Um livro que me surpreendeu positivamente. Amei os personagens e apesar de no decorrer da trama eu ter odiado alguns, terminei o livro com aquela sensação já de saudade, sabe? Eu me apeguei aos personagens e queria tanto entrar na estória para ser amiga deles e os abraçar. 

O ponto mais positivo para mim nesta leitura são os personagens, que possuem defeitos como nós, mas que mesmo assim, são adoráveis. E o livro se passar em Balneário Camboriú? Eu amei isso, porque geralmente as estórias dos livros nacionais que li não se passam muito na minha região do país e Camboriú é um local pelo qual já pude passar.

Foi quando percebi que as pessoas podiam errar e errar de novo, e que aquilo não significava mais do que apenas isso. Um erro.
Uma leitura que guardarei com carinho na estante e no coração. Os livros nacionais tem me conquistado cada vez mais, felizmente. Recomendo a leitura que é ótima e ainda damos moral para os nossos brilhantes escritores nacionais.


Arquivo do blog

Recent

recentposts

Random

randomposts