05 fevereiro 2018

Resenha - Minha vida (não tão) perfeita


Ficha técnica
Autora: Sophie Kinsella
Ano: 2017
Editora: Record
Páginas: 406


Cat Brenner é uma jovem que busca uma vida boa na cidade grande, Londres. Desde que deixou a sua vida no interior e se mudou para a capital, as coisas não andam muito fáceis para o seu lado. Morando num micro apartamento dividido com mais duas pessoas, com um quarto onde não tem nem espaço para guardar suas roupas que estão penduradas em uma rede acima da cama. 

Cat é persistente e mesmo com seu pai louco para que ela retorne e viva com ele na fazenda, ela não quer abandonar e sempre acredita que vai conseguir melhorar de vida. Mesmo com os perrengues, ela continua firme em seu trabalho que mal dá para pagar as suas contas minímas. 

Como uma boa apaixonada sonhadora, quando um dia ela encontra um cara interessante no trabalho, que conversa e a anima, ela acredita que enfim sua sorte está mudando. Mas será?

Entre as fofocas da empresa para a qual trabalha, Cat, descobre que o príncipe encantado, pode ser o amante de sua chefe, Demeter. A chefe que sempre foi o espelho e tudo que Cat sonha em ser – bem sucedida no trabalho e na vida, sempre impecável. E além disso, Cat Brenner é demitida.

Sua vida está virada de cabeça para baixo e Cat volta a ser a do interior, da fazenda. Enquanto ainda envia seus currículos e espera ser chamada, ela investe no projeto do pai e de sua madrasta como ajuda a eles. Um camping de luxo que dá muito certo graças ao trabalho de Cat. Mas novamente a vida dá surpresas e quando uma hóspede inesperada chega, tudo sai dos trilhos.

As lágrimas descem livremente pelo meu rosto agora, como se não ligassem de serem vistas. Todas as minhas defesas estão ruindo. Existe limite para meu autoengano de dizer que uma situação de merda é boa.
O livro foi uma grande diversão, com a escrita suave e leve de Kinsella fica impossível de não se apegar aos personagens e suas vidas que realmente, não são o que mostra seus perfis no Instagram. Entre toda a leveza e as risadas que o livro nos presenteia, também somos jogados em reflexões. 

Cat muda quando está na cidade e sua vida nas redes sociais parece uma perfeição, mas por que necessitamos nos mostrar mais do que realmente somos? E será que a vida das pessoas que parecem perfeitas, o são mesmo? Até onde ir para que os outros nos achem "bons"?


É engraçado como a vida parece uma gangorra: algumas coisas sobem enquanto outras descem.
Mais um livro de Sophie Kinsella que diverte, encanta, emociona e bota pra pensar. Com certeza é um livro que vai ficar num lugarzinho bem especial do meu coração.


About Us

Arquivo do blog

Recent

recentposts

Random

randomposts